Dia do Padre

Agosto é, para a Igreja no Brasil, o Mês Vocacional. Em 1981 iniciou-se essa celebração, com o objetivo de se refletir, a cada domingo, uma vocação específica dentro da Igreja. A primeira semana desse mês é dedicado à vocação para o ministério ordenado (Bispos, Padres e Diáconos).
O Padre é comprometido com Cristo, o enviado do Pai para salvar a humanidade (PO 12b); – o padre participa das mesmas ações sagradas por meio do ministério em comunhão com o bispo e os outros presbíteros (PO 12c); – o ministério consiste em ensinar, santificar e apascentar ao povo de Deus (PO 13a); – o padre atua como ministro da Palavra, lê e escuta a Palavra que ensina, tornando-se cada vez mais discípulo do Senhor (PO13b); – o sacerdote enquanto ministro da Eucaristia procure celebrar diariamente este sacramento, recordando-se da eficácia da cruz de Cristo. Através da Eucaristia, une-se a Cristo, oferecendo-se diariamente a Deus, nutre-se do Pão eucarístico. Deve administrar com caridade os outros sacramentos, especialmente a penitência. Através da oração do Ofício divino, o sacerdote empresta sua voz à Igreja que persevera na oração em nome de todo o gênero humano (PO 13c); – como dirigente do povo de Deus.
Ao celebrarmos o dia do Padre, queremos pedir ao Senhor que ilumine a todos os padres do mundo inteiro, pois, a vossa missão é em primeiro lugar: ser portador do Cristo e assim levar Cristo para todos as pessoas.
Parabéns para nossos padres: Padre José Luiz e Padre Eliseu Francisco.